Não perca

Os desafios de iniciar um cavalo na vida hípica


Você já parou para pensar sobre o processo que envolve transformar o seu amigo eqüino de um “jovem e selvagem” cavalo espirituoso, para se tornar um cavalo comportado de equitação?

Atualmente a realidade do nosso esporte fez com que muitas pessoas optassem por criar o seu próprio cavalo. Naturalmente os cavalos crescem e em algum momento o próxima passo na jornada é: ser montado por um cavaleiro pela primeira vez.

Começar ou iniciar um potro é um processo que tem o poder de moldar os sentimentos de cavalos durante toda sua jornada hípica. As decisões tomadas durante essas poucas semanas iniciais e meses têm o potencial de impactar os sentimentos dos cavalos pelo resto de sua vida.

O processo em si não é apenas “montar” o cavalo, mas também introduzi-lo a diferentes princípios de treinamento, que são a base para ele começar a “escolaridade” para receber um cavaleiro. Esta compreensão é fundamental para que o cavalo seja capaz de avançar no treinamento, construindo semana a semana, mês a mês o desenvolvimento, confiança e conhecimento.

Existem métodos diferentes de iniciar um cavalo…..e muitas pessoas optam por fazer a doma o mais rápido possível. No entanto, penso que iniciar as coisas aos poucos mas de uma forma devagar e constante no início permite que ele cresça com confiança. 

Apressar-se nesta parte do processo pode dar a impressão de um progresso mais rápido. No entanto, é quase inevitável que logo em frente encontremos contratempos que irão atrasar a formação do  cavalo a longo prazo

Um cavalo que teve a chance de ter uma boa iniciação, tanto física quanto mental, em geral, aprende mais facil. E mais tarde em seu treinamento você perceberá essa facilidade em aprender, ao enfrentar os desafios com confiança. O primeiro método usado para ensinar o cavalo a ser montado ditará suas reações mais tarde quando ele estiver sob situações diferentes.

Criar uma linha do tempo

É recomendável prever um período de aproximadamente seis semanas para “iniciar” seu cavalo. Esta fase de treinamento terminará quando ele estiver confortável trabalhando sob a sela do cavaleiro e compreendendo as ajudas básicas. Após conhecer bem os fundamentos, ele estará pronto para começar um programa de “educação” mais complexo.

A primeira coisa que devemos ter em mente é que cada cavalo é único. Assim é o cavalo que dita a velocidade do progresso. Se ele se torna ansioso ou estressado em qualquer momento, em vez de avançar, volte alguns passos e repita calmamente o exercício. É muito importante que o cavalo esteja confiante e confortável com cada exercício do processo antes de passar para o próximo. Isso significa que seus planos devem ser flexíveis para permitir quaisquer desvios ou atrasos que possam ocorrer no percurso.

Consistência e Rotina

Assim como as crianças, os cavalos evoluem dentro de uma rotina e limites. Isso se torna ainda mais evidente quando você introduzir novas experiências em seu dia-a-dia. Você deve estar disposto a esperar o tempo suficiente para realmente completar este processo, antes de começar!

Uma semana aqui, trinta minutos alí, isso não é a maneira de introduzir um cavalo para ser montado pela primeira vez. Você precisa estabelecer uma rotina diária e regular por pelo menos 6 semanas para se dedicar ao treinamento do inicial do cavalo. Se você não pode fazer isso, talvez a melhor alternativa é encontrar um profissional que possa.

Uma rotina regular deve englobar como as coisas são feitas no dia a dia. Ele será limpo antes da ração ou ele comerá primeiro? Você vai soltar ele todo dia? Antes ou depois de montar? Qual é a sequência para que as coisas aconteçam? Isso cabe inteiramente a você decidir. No entanto, uma vez escolhida a rotina para o seu dia a dia isso irá garantir que o seu cavalo permaneça relaxado durante todo o processo.

A Importância do Relaxamento

Durante as primeiras semanas com seu cavalo, um dos indicadores-chave que você está no caminho certo será o quão relaxado seu cavalo está com o trabalho. Muitas vezes, só começamos a pensar no relaxamento quando estamos montados. Mas o relaxamento começa desde o primeiro dia que se começa a doma. 

Cada cavalo, assim como nós, é único e o que um entende ser relaxante pode ser diferente. Então, o seu trabalho é conhecê-lo e adaptar o programa ao longo das semanas para garantir que ele mantenha uma rotina com o menor stress e ansiedade possível. Isso não só permitirá que ele possa absorver melhor o que está aprendendo, mas também irá garantir que ele aprenda a “ir em frente” de uma forma descontraída e natural.

Bem-estar

Outra consideração antes de iniciar o cavalo jovem em sua jornada é certificar quanto a saúde geral e bem-estar dele. Todas as verificações básicas devem ser feitas antes de começar a trabalhar. Devemos verificar seus dentes, conferir se as vacinas estão atualizadas, se a ferradura está em dia, etc

Assim como as pessoas, ele não poderá dar o seu melhor se não se sentir bem. E qualquer dor ou desconforto quando for introduzindo o material de montar, pode deixar uma impressão negativa duradoura para ele.

Qualidade acima de quantidade

A consideração final é quanto tempo você tem disponível. Quando se trabalha com cavalos, especialmente os mais jovens, a qualidade sobre a quantidade é geralmente o caminho a percorrer. Sessões mais curtas, com um plano e objetivo específico irão garantir que você tenha toda a sua atenção; e também que ele não vai ficar entediado e  perder o foco.


Se gostou compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são necessários *

*

Paste your AdWords Remarketing code here