Não perca

“Vá com o cavalo”


Parece simples, não é mesmo?
Não é o que você deveria fazer? Quer dizer, se você está montado, ou seja em contato com o dorso do cavalo, e ele está se movendo, você sem dúvida está indo com ele.

Então, o que significa “ir” com o cavalo?

Para cavaleiros iniciantes pode ser difícil aprender a “ir com o cavalo”. Porém depois que aprendemos, vai no automático. Mas todo o corpo do cavaleiro precisa aprender os balanços e equilíbrios do movimento do cavalo, para cima e para baixo, para a frente para trás e nas várias andaduras.  “Ir com o cavalo” exige equilíbrio do seu corpo inteiro.

Depois de um tempo, porém, fica mais fácil. Você aprende a “sentar” melhor na sela e se movimentar alegremente em conjunto com o seu cavalo. Mas ainda assim, há mais para aprender do que apenas isso.

O fato é que vamos aprimorando nossas habilidades de “ir com o cavalo” por anos e anos.

Quando você deve ir com o cavalo?

Quando nós pensamos sobre as meias-paradas e transições é certo que devemos manter o equilíbrio do corpo para impedir que o cavalo vá de maneira brusca para frente. Existem muitos momentos durante o trabalho em que nós devemos fazer tentativas significativas de “sair do cavalo”, por assim dizer, e deixá-lo fazer o seu trabalho, enquanto fazemos o nosso melhor para não interferir ou ser um obstáculo para ele.

Impulsão

O poder de ir – é quando você pede ao cavalo para se mover em resposta a sua perna / assento/ ajudas. Você pede que a energia seja aumentada, e o cavalo deve atender e ir adiante no movimento. Nestes casos, basta montar nessa onda de energia e deixar o cavalo saber que você pode ser um parceiro na amplitude do seu movimento. 

Harmonização

Pense em parceiros de dança e como eles se harmonizam através da pista de dança. Ambos movem-se como um, e isso é o que devemos fazer na equitação para:

incentivar o cavalo: pode ser feito quando o cavalo toma iniciativa e faz algo que você não estava esperando;

reforçar a resposta certa e desenvolver confiança: depois que ele corresponde corretamente ao que você pediu, então certamente, você pode aliviar e agradar para deixá-lo saber que ele está no caminho certo;

Agora vamos detalhar como você “vai com o cavalo”

É um conceito simples: permitir que seu corpo se mova com o cavalo. Mas vamos quebrar um pouco para ficar mais claro.

1.Conexão através da parte inferior das costas

Muitos de nós precisamos ensinar nossas costas, principalmente a região lombar, a se mover com o cavalo. Especialmente se começarmos a montar na idade adulta, porque os ligamentos apertados e tendões contribuem para que o corpo simplesmente não seja capaz de se mover o suficiente com o cavalo. Por isso um de nossos objetivos iniciais deve ser buscar a capacidade de  mover a parte inferior das costas e assento. Aqui está um grande exercício para tentar isolar a área que precisa “encontrar” o movimento, a fim de ajudá-lo a permanecer na sela.

2. Suavizar os cotovelos

Às vezes, é útil apenas relaxar os cotovelos. Muitas vezes mantemos cotovelos rígidos (e ombros) na tentativa de manter equilíbrio e conexão adequados. Se você conseguir forcar em relaxar os cotovelos você rapidamente perceberá a diferença. Evite deixar as rédeas longas e evite o oposto – puxa-lás para trás. Em vez disso, apenas suavize a rédea mantendo um comprimento consistente para que o cavalo possa encontrar um conforto.

3. Balanço através do corpo

Pense nisso como deixar seu cavalo mover seu corpo de forma que você se torne leve e dinâmico dentro de seu movimento, sem ficar mole feito gelatina. Ficar muito mole se torna um obstáculo para o cavalo, bem como permite que você perca o equilíbrio.

4. Vá ainda mais longe

Se você estiver no caminho certo e seu cavalo realmente amplia o passo (em vez de apenas acelerar a velocidade no comando das pernas), pode parecer que você está sendo jogado para trás. Seu cavalo vai sentir o seu movimento e parar o dele. Em vez disso, esteja preparado para aumentar a energia. Talvez você deve certificar-se de que seus ombros estejam sobre seus quadris (isso pode exigir uma pequena preparação) e que você esteja pronto para acompanhar mais o movimento a cada passo.

Quanto mais cedo você aprender a ir, mais cedo você será capaz de se comunicar bem com o seu cavalo, e mais clara será a sua comunicação. 


Se gostou compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são necessários *

*

Paste your AdWords Remarketing code here